Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10456
Título: A música como estratégia educacional no processo de formação inicial de professores : uma sequência didática como ferramenta pedagógica pluralista para o ensino e aprendizagem de biologia.
Autor(es): Costa, Fernando Vieira
Orientador(es): Cruz, Luciana Hoffert Castro
Palavras-chave: Música
Biologia - estudo e ensino superior
Pluralismo
Professores - formação
Data do documento: 2018
Membros da banca: Vilela, Luciano Rezende
Moreira, Leandro Márcio
Cruz, Luciana Hoffert Castro
Referência: COSTA, Fernando Vieira. A música como estratégia educacional no processo de formação inicial de professores : uma sequência didática como ferramenta pedagógica pluralista para o ensino e aprendizagem de biologia. 2018. 147 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências) – Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2018.
Resumo: Sabe-se que discentes apresentam heterogeneidade sociocultural e cognitiva que precisa ser considerada quando se pretende alcançar sucesso em seus processos de aprendizagem. Nesse sentido, torna-se necessária uma proposta metodológica pluralista, na qual a música pode funcionar como mediadora de acesso ao conhecimento e, mais especificamente, na formação de futuros professores. A presente pesquisa de cunho qualitativo foi realizada na Universidade Federal de Ouro Preto. Participaram 40 alunos do segundo período do curso de licenciatura em Ciências Biológicas. Foi aplicado um questionário pré-teste com questões objetivas de sondagem afim de verificar qual o perfil de inteligência da turma participante de acordo com a teoria das inteligências múltiplas de Howard Gardner. Como já era esperado, observou-se que a inteligência predominante no grupo participante foi a naturalista, seguida das inteligências intrapessoal e interpessoal. Posteriormente, a turma elegeu temas da Biologia considerados de difícil assimilação; tais temas foram trabalhados a partir de vídeo-aulas e grupos de discussão, levando em consideração o destaque da inteligência interpessoal. Em seguida, foram elaboradas pela turma duas letras de paródias musicais, cujo conteúdo abordou os temas escolhidos e considerados de difícil aprendizagem. Após a elaboração das paródias, foi aplicado um questionário pós-teste, com o objetivo de verificar a percepção dos participantes a respeito do uso da música em práticas de ensino. Mesmo sem evidência para inteligência musical, o grupo concordou unanimemente com o uso de recursos culturais e tecnológicos para o ensino de ciências. 60% relatou que utilizaria a música em suas futuras práticas pedagógicas. Conclui-se que a música se constitui como uma ferramenta pedagógica pluralista de fácil acesso, com grande aceitabilidade e que pode influenciar positivamente no processo de formação de professores e no ensino e aprendizagem de biologia.
Resumo em outra língua: It is known that students have socio-cultural and cognitive heterogeneity that needs to be considered when trying to achieve success in their learning processes. In this sense, it becomes necessary a pluralistic methodological proposal, in which music can act as mediator of access to knowledge and, more specifically, in the training of future teachers. This qualitative research was carried out at the Federal University of Ouro Preto. 40 students from the second period of the licentiate course in Biological Sciences participated. A pre-test questionnaire with objective probing questions was applied in order to verify the intelligence profile of the participating class according to Howard Gardner's theory of multiple intelligences. As expected, it was observed that the predominant intelligence in the participant group was the naturalist, followed by intrapersonal and interpersonal intelligences. Subsequently, the group chose subjects of Biology considered of difficult assimilation; such topics were worked out from video-lessons and discussion groups, taking into account the prominence of interpersonal intelligence. After that, two lyrics of musical parodies were elaborated by the class, whose content approached the subjects chosen and considered of difficult learning. After the elaboration of the parodies, a post-test questionnaire was applied, in order to verify the participants' perception regarding the use of music in teaching practices. Even without evidence for musical intelligence, the group unanimously agreed to use cultural and technological resources for science education. 60% reported that they would use music in their future pedagogical practices. It is concluded that music constitutes a pluralistic pedagogical tool that is easily accessible, with great acceptability and that can positively influence the process of teacher training and teaching and learning biology.
Descrição: Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10456
Licença: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 10/09/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Aparece nas coleções:MPEC - Mestrado (Dissertação)



Este item está licenciado sob uma Licença Creative Commons Creative Commons