Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10444
Título: Estudo da incorporação de cinzas de bagaço de cana-de-açúcar no material de base de pavimentação.
Autor(es): Santos, Osório José dos
Orientador(es): Bezerra, Augusto Cesar da Silva
Saraiva, Sérgio Luiz Costa
Palavras-chave: Engenharia geotécnia
Resistência mecânica
Sustentabilidade
Estabilização e reforço dos solo
Geotecnia de pavimentos
Data do documento: 2018
Membros da banca: Silva, Guilherme Jorge Brigolini
Vaillant, João Marcos Miranda
Saraiva, Sérgio Luiz Costa
Referência: SANTOS, Osório José dos. Estudo da incorporação de cinzas de bagaço de cana-de-açúcar no material de base de pavimentação. 2018. 94 f. Dissertação (Mestrado em Geotecnia) - Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2018.
Resumo: A cinza de bagaço de cana de açúcar (CBCA) tem sido estudada como pozolanas para a produção de cimento Portland e concretos. Estes estudos utilizam de processamento de CBCA por moagem ou requeima em temperaturas variadas. Além disso, para o uso como pozolana, as CBCA, geralmente necessita certa homogeneidade ao longo da produção e de reduzida contaminação. Muitas das vezes, as CBCA não apresentam essas características, o que inviabiliza parcialmente seu uso como adição para cimento Portland. Uma possibilidade de reuso de CBCA seria como estabilização aplicado a obras rodoviárias, principalmente devido ao volume que pode ser consumido e a necessidade de material para esses empreendimentos. Este estudo apresenta resultados do uso de CBCA substituindo a argila em massa no material de pavimentação nos percentuais de 5, 10, 15 e 20% em argilas e bica corrida. A metodologia utilizada avaliou a influência do uso de CBCA nos materiais utilizados em base de pavimentação utilizando a bica corrida e a argila analisando através de ensaios em relação aos parâmetros que atenda a norma técnica do Departamento Nacional de Estradas de Rodagem – DNER – ES 303/97. Os resultados obtidos foram satisfatórios, sendo uso com argila com substituição de 8,0% que apresentou melhor índice de suporte Califórnia - ISC (137,1%), representando um aumento de 26,1%. O uso da argila como estabilização foi viável, no que diz respeito à melhoria do comportamento mecânico do solo, sendo assim o maior percentual para atender ao ISC de 80% para base é uma substituição de 12,3%. A mistura de CBCA com argila apresentou uma variação pequena em forma de senoide que se pode comparar ao coeficiente de variação do ensaio. O uso da CBCA nas duas misturas melhorou o desempenho mecânico. O uso de CBCA como estabilização é viável, no que diz respeito à melhoria do comportamento mecânico do solo e a destinação do resíduo.
Resumo em outra língua: The sugarcane bagasse ashes (SCBA) has been studied as pozzolans for the production of Portland cement and concrete. These studies use of processing by milling or reburning in varying temperatures. In addition, for use as a pozzolans, the SCBA, usually requires a certain homogeneity along the production and low contamination. A lot of times, the SCBA does not have these characteristics, which makes part of its use as an addition to Portland cement. A possibility of reuse of the SCBA would be as a stabilization applied to building roads, especially the volume that can be consumed and the need of material for these enterprises. This study presents results of the use of CBCA replacing the bulk clay in the paving material in the percentages of 5, 10, 15 and 20% in clays and rustic aggregate (bica corrida in Portuguese). Tests were performed for characterization of materials, Normal Proctor Compaction Test and California Bearing Ratio (CBR). The results obtained in the laboratory were used in comparison with the existing norms and were satisfactory, and use with clay with addition of 8.0% that showed the best CBR (137.1%), representing an increase of 26.1%. The use of clay as a stabilization for paving is viable, especially with regard to improving the mechanical behavior of the soil, thus the higher percentage to meet the CBR 80% for base is an addition of 12.3%. The mixture of the SCBA with clay presented a small variation in sine form of that can compare to the coefficient of variation of the test. The use of the SCBA as stabilization for paving is viable, especially in respect of the improvement of the mechanical behavior of the soil and the destination of the residue.
Descrição: Programa de Pós-Graduação em Geotecnia. Núcleo de Geotecnia, Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10444
Licença: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 23/10/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite a adaptação.
Aparece nas coleções:POSGEO - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_EstudoIncorporaçãoCinzas.pdf2,86 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.