Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10197
Título: Proposta de unidades geomorfológicas como suporte à expansão urbana e ao ordenamento territorial.
Título(s) alternativo(s): Proposal of geomorphological units as support for Urban expansion and territorial ordering.
Autor(es): Souza, Leonardo Andrade de
Sobreira, Frederico Garcia
Palavras-chave: Parâmetros Morfométricos
Aptidão à urbanização
Unidades morfológicas
Morphological units
Morphometric parameters
Data do documento: 2017
Referência: SOUZA, L. A. de; SOBREIRA, F. G. Proposta de unidades geomorfológicas como suporte à expansão urbana e ao ordenamento territorial. Revista Brasileira de Geomorfologia, v. 18, n. 4, p. 703-717, 2017. Disponível em: <http://www.lsie.unb.br/rbg/index.php/rbg/article/viewFile/1235/622>. Acesso em: 03 mai. 2018.
Resumo: Os aspectos geológicos, geomorfológicos, hídricos e climáticos sempre condicionaram de alguma forma a ocupação do ambiente. A apropriação do espaço pela sociedade evidencia a importância do relevo, ora favorável à ocupação, ora apresentando feições e processos que restringem sua expansão. O relevo tem um caráter limitador configurando diferentes aptidões a determinados tipos de expansão urbana. Entretanto, embora o Brasil com o seu relevo tropical se caracterize por uma multiplicidade de feições singulares, poucos são os estudos visando o desenvolvimento de procedimentos e metodologias semiautomáticas que possam ser aplicadas diretamente em trabalhos visando a determinação da aptidão à urbanização dos terrenos. Nesse sentido, o que se propõem neste trabalho é uma abordagem que envolva a aplicação de metodologias para compartimentação topográfica da bacia hidrográfica do Ribeirão do Carmo (BHRC), sem desconsiderar as especificidades locais e com posterior proposição de classes para a separação de domínios morfológicos. Inicialmente a análise geomorfológica foi realizada pelo método heurístico contribuindo para uma primeira leitura da BHRC, bem como a separação dos domínios principais. Para uma representação mais detalhada e um melhor entendimento da morfologia da bacia elaborou-se uma segunda análise da compartimentação do relevo, complementar à primeira, baseada nas métricas da superfície. Os parâmetros morfométricos derivados utilizados nessa análise foram altimetria, declividade e curvatura das vertentes. A terceira e última etapa para a compartimentação topográfica foi resultante da interpretação dos resultados alcançados com os métodos heurístico e de composição colorida dos parâmetros morfométricos, principalmente em relação às frequências de amplitude e declividade por unidade morfológica. Como resultado final chegou-se a classificação de nove unidades morfológicas que foram utilizadas para apontar, em um primeiro momento, os terrenos com maior ou menor aptidão à urbanização, de forma a contribuir para futuros planejamentos envolvendo a expansão urbana dos municípios de Ouro Preto e Mariana. A proposição metodológica proposta para a BHRC foi construída para que possa ser aplicada e/ou adaptada em qualquer outro município, bacia hidrográfica, e/ou unidade administrativa, já que as amplitudes classificadas refletem as variações locais de altimetria e declividade.
Resumo em outra língua: Geological, geomorphological and water aspects have always somehow conditioned land occupation. The appropriation of space by society shows the importance of relief, sometimes favorable to occupation, sometimes presenting features and processes that discourage occupation expansion. Relief has a restrictive character, confi guring diff erent abilities to certain types of occupation. However, although Brazil with its typical tropical relief is characterized by a multiplicity of singular features, few studies have been aimed at the development of semiautomatic procedures and methodologies that could be directly applied in studies aiming at determining the suitability of land occupation. In this sense, the approach proposed in this study involves the application of diff erent methodologies for the topographic compartmentalization of the Ribeirão do Carmo hydrographic basin (BHRC), without disregarding the local specifi cities with later proposition of classes for the separation of morphological domains. Initially, the geomorphological analysis was performed by the heuristic method, contributing to the fi rst reading of the BHRC, as well as the separation of the main domains. For a more detailed representation and better understanding of the basin’s morphology, a second analysis of relief compartmentalization was elaborated, complementary to the fi rst, based on surface metrics. The derived morphometric parameters used in this analysis were altimetry, slope and curvature. The third and last step for the topographic compartmentalization was the result of the interpretation of results obtained in the compartmentalization processes obtained with the heuristic and color composition methods, mainly in relation to the amplitude and slope frequencies per morphological unit, which resulted in the classifi cation of nine morphological units that were used to point out, in a fi rst moment, lands with greater or less ability for occupation in order to contribute to future planning involving the urban expansion of municipalities of Ouro Preto and Mariana along the basin. The methodological proposal for the BHRC was constructed so that it can be applied and / or adapted to any other municipality, river basin, and / or administrative unit, since classifi ed amplitudes refl ect local altimetry variations.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10197
ISSN: 22365664
Licença: Os trabalhos publicados pela Revista Brasileira de Geomorfologia estão licenciados sobre uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Fonte: Revista Brasileira de Geomorfologia <http://www.lsie.unb.br/rbg/index.php/rbg/about/submissions#copyrightNotice>. Acesso em: 16 abr. 2018.
Aparece nas coleções:DEAMB - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO_PropostaUnidadesGeomorfológicas.pdf8,47 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.