Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10168
Título: Avaliação longitudinal do padrão alimentar de universitários em uma instituição pública de ensino em minas gerais, Brasil.
Autor(es): Ferreira, Fernanda Efrem Natividade
Orientador(es): Amaral, Joana Ferreira do
Palavras-chave: Consumo alimentar
Hábitos alimentares
Alimentação institucional
Data do documento: 2016
Membros da banca: Amaral, Joana Ferreira do
Veloso, Vanja Maria
Silva, Marcelo Eustáquio
Referência: FERREIRA, Fernanda Efrem Natividade. Avaliação longitudinal do padrão alimentar de universitários em uma instituição pública de ensino em minas gerais, Brasil. 2016. 71 f. Dissertação (Mestrado em Saúde e Nutrição) - Escola de Nutrição, Universidade Federal de Ouro Preto, Escola de Nutrição, Ouro Preto, 2018.
Resumo: O acesso ao ensino superior é visto como um período em que ocorrem grandes mudanças, inclusive na modificação de hábitos alimentares de estudantes recém-ingressos. A adoção de padrões alimentares não saudáveis tem sido observada em diversos estudos. Objetivo: Avaliar o consumo alimentar de universitários durante a vida acadêmica, considerando a influência do perfil nutricional. Metodologia: Estudo longitudinal com discentes de uma Instituição Pública de Ensino Superior de Minas Gerais, com a amostra de 253 estudantes ingressos em 2010, cuja participação esteve sujeita ao consentimento livre e esclarecido. Os dados foram coletados em 2010, 2011 e 2013. Obtiveram-se informações de identificação, socioeconômicas e antropométricas e consumo alimentar. Estas foram obtidas por meio de Recordatório 24h e analisadas com auxílio do software Virtual Nutri®. Avaliação qualitativa do consumo alimentar foi referenciada segundo Guia Alimentar para População Brasileira. Os dados contínuos tiveram sua normalidade analisada pelo teste de Shapiro-Wilk, Dados categóricos foram apresentados segundo frequência de distribuição de grupos. As perdas de seguimentos foram testadas segundo o teste do qui-quadrado. Dados de consumo alimentar foram comparados pelo teste U de Mann-Whitney, de acordo com sexo. O teste de Friedman foi utilizado para avaliar a evolução de consumo alimentar, com análise por teste de Wilcoxon, quando houve diferença de consumo. O software Stata, versão 10.0 foi utilizado para auxiliar as análises estatísticas, considerando-se 5% como nível de significância para os testes realizados. O projeto foi submetido e aprovado pelo comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos da UFOP. Resultados: 63% de estudantes adultos, 51,38% do sexo feminino. 70,75% dos estudantes eram eutróficos. Homens consomem mais macronutrientes/1000,0Kcal que mulheres. Mantem esse padrão para leguminosas/1000,0Kcal (p = 0,03) e carne/dia (p = <0,0005), enquanto mulheres tem maior consumo de açúcares/doces (p = 0,001). Estas apresentaram aumento no consumo de vegetais (p = 0,05), enquanto reduziram consumo de energia/Kg (p = 0,012), carboidrato/Kg (p = 0,01), proteínas/Kg (p = 0,04), lipídios/Kg (0,02) e leites e derivados (p = 0,05). Os homens aumentaram consumo em porções/1000,0Kcal de leguminosas (p = 0,02). Reduziram consumo de carboidratos e laticínios sob todos os parâmetros e açúcares e doces segundo porções. Embora tenha ocorrido perda de seguimento de 41,9%, o mesmo não interferiu nas características da população. Conclusão: Em geral não houve variação do padrão alimentar dos estudantes, sob exceção de alguns aspectos. As práticas alimentares não saudáveis são recorrentes, exigindo ações de intervenção de educação nutricional.
Resumo em outra língua: Access to higher education is seen as a time when major changes occur, including the modification of eating habits by freshmen students. The adoption of unhealthy eating patterns has been common in several studies. Objective: To evaluate the food intake of university students during the academic life, considering the influence of the nutritional profile. Methodology: Longitudinal study, developed with students of a Public Institution of Higher Education of Minas Gerais, with the sample of 253 students entering in 2010, whose participation was subject to free and informed consent. The data was collected in 2010, 2011 and 2013. It obtained identification, socioeconomic and anthropometric information and food consumption. This information was obtained through a 24 hours dietary recall and analyzed with Virtual Nutri® software. The qualitative evaluation of the food consumption was referenced according to the Brazilian Population Food Guide. Continuous data had its normality analyzed by the Shapiro-Wilk test. Categorical data was presented according to distribution frequency of the groups. Segments Losses were tested using the chi-square test. Food consumption data was compared using the Mann-Whitney test, based on sex. The Friedman test was used to evaluate the evolution of food consumption, with analysis by the Wilcoxon test when there was consumption difference. The Stata software, version 10.0 was utilized to assist the statistical analysis, considering a 5% significance level for the performed tests. The project was approved by the Ethics Committee on Human Beings Research of UFOP (Federal University of Ouro Preto). Results: 63% of adult students, 51.38% female. 70.75% of students are eutrophic. Men consume more macronutrients/ 1000,0Kcal than women. Keeping this pattern to legumes/1000,0Kcal (p = 0.03) and meat/day (p = <0.0005), while women have higher consumption of sugars/sweets (p = 0.001). These showed increased consumption of vegetables (p = 0.05), while reducing energy consumption/Kg (p = 0.012), carbohydrate/Kg (p = 0.01), proteins/Kg (p = 0.04) lipids/Kg (0.022) and milk and dairy products (p = 0.048). Men increased consumption in portion/1000.0 kcal of leguminous plants (p = 0.024). They reduced consumption of carbohydrates and dairy products under all parameters and sugars and sweets according to portions. Although there was a segment loss of 41.9%, the same did not interfere with the population characteristics. Conclusion: In general there was no variation of the students’ food pattern, under the exception of some aspects. The unhealthy eating practices are recurrent, requiring intervening actions of nutritional education.
Descrição: Programa de Pós-Graduação em Saúde e Nutrição. Escola de Nutrição, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10168
Licença: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 05/09/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Aparece nas coleções:PPGSN - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTACAO_AvaliaçãoLongitudinalPadrão.pdf1,4 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciado sob uma Licença Creative Commons Creative Commons