Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10130
Título: Angiotensina II e angiotensina 1-7 : ação anoréxica central em ratos privados de alimento
Autor(es): Pereira, Marcela de Marchi
Orientador(es): Alzamora, Andréia Carvalho
Oliveira, Lisandra Brandino de
Palavras-chave: Cerebro - ventriculos
Inanição
Data do documento: 2014
Membros da banca: Costa, Daniela Caldeira
Cardoso, Leonardo Máximo
Alzamora, Andréia Carvalho
Oliveira, Lisandra Brandino de
Referência: PEREIRA, Macela de Marchi. Angiotensina II e angiotensina 1-7 : ação anoréxica central em ratos privados de alimento. 2014. 70 f. Dissertação (Mestrado em Saúde e Nutrição) - Escola de Nutrição, Universidade Federal de Ouro Preto, Escola de Nutrição, Ouro Preto, 2014.
Resumo: Os mecanismos angiotensinérgicos tem um importante papel na manutenção da homeostase, participando da regulação de vários sistemas como o sistema cardiovascular, renal, comportamentos ingestivos, dentre outros. Dentre as angiotensinas, duas merecem um destaque, a angiotensina II (ANG II) e angiotensina 1-7 (ANG 1-7) que podem exercer funções similares ou contrárias. Em relação à ingestão alimentar, estudos mostraram que a ANG II pode levar a uma redução do apetite, interferindo na atividade de mecanismos neurais envolvidos no controle central da fome/saciedade, sendo que estes estudos foram feitos principalmente em situações de ingestão basal (ingestão diária), não estimulada (privação de alimento) Todavia não se sabe se a ANG 1-7 também poderia ter algum papel no controle da ingestão alimentar. Portanto, neste trabalho foram investigados os efeitos centrais da ANG II e ANG 1-7 na ingestão de alimento induzida por privação de 24 h. Os ratos (280- 320g) foram anestesiados e submetidos a uma cirurgia encefálica para implante de cânula no ventrículo lateral (VL). 5 dias após a cirurgia encefálica, os animais foram privados de alimento, com água ad libitum, por 24 horas. Após este tempo, foram iniciados os protocolos experimentais. 15 min antes de completar as 24h, houve injeção de 1 L no VL de veículo (controle) ou da ANG II (100, 200 ou 400 ng/L) ou ANG 1-7 ng/L (100, 200 ou 400 ng/L) ou dos antagonistas: Losartana (100 nmoL/L), PD123319 (30 nmol/L) e A779 (3 nmoL/L). Sendo assim, foram realizados três protocolos diferentes (um para o estudo dos efeitos centrais da ANG II, outro para ANG 1-7 e outro para os antagonistas), cada um com quatro grupos. Em cada grupo houve administrações alternadas das diferentes concentrações de ANG II ou ANG 1-7 ou dos antagonistas e veículo (NaCl 0,9%), com intervalo de 48h entre cada experimento. Todos os experimentos foram realizados no período da tarde. ANOVA (de duas vias com ou sem medidas repetidas) e pós-teste Student Newman Keuls foram utilizados para analisar os resultados (p<0,05), sendo expresso em média ± erro padrão da média. Os resultados mostraram que ANG II 400 ng/L injetada no VL, reduziu a ingestão de alimento quando comparada ao grupo controle (4,54 ± 0,77 vs veículo: 8,08 ± 0,66 g/120 min). 5 Em relação à ingestão de água, tanto ANG II 200 quanto a de 400 ng/L aumentaram a ingestão de água (ANG II 200: 14,44 ± 2,5; ANG II 400: 17,42 ± 3,49 vs. veículo: 7,12 ± 1,18 ml/120 min). ANG 1-7 na concentração de 400 ng/L injetada icv reduziu a ingestão de alimento induzida por privação (3,68 ± 0,49 vs veículo: 7,2 ± 0,66 g/120 min) e de água (4,88 ± 1,09 vs veículo: 11,0 ± 1,01 mL/120 min). Comparando o efeito da ANG II com a ANG 1-7, ambas na concentração de 400 ng/1 L, observou-se que não houve diferença no efeito hipofágico entre estes peptídeos, porém enquanto a ANG II aumentou a ingestão de água, o tratamento com ANG 1-7 não foi diferente do controle. Enquanto losartana (100 nmoL/L, antagonista de receptor AT1 da ANG II) reduziu, PD 123319 (30 nmoL/L, antagonista de receptor AT2 da ANG II) ou A779 (3 nmoL/L, antagonista de receptor MAS da ANG 1-7) não afetaram a ingestão de alimento induzida por privação (losartana: 6,0 ± 0,22; PD 123319: 7,8 ± 0,96 ; A779: 10,3 ± 0,42 vs veículo: 8,65 ± 0,82 g/120 min). Em relação à ingestão de água, losartana e PD 123319 reduziram, e A779 não alterou, a ingestão de água (losartana: 3,37 ± 1,56; PD 123319: 3,80 ± 1,90; A779: 13,62 ± 1,30 vs veículo: 9,67 ± 1,78 mL/120 min). Os resultados sugerem um efeito hipofágico central da ANG II e ANG 1-7 em ratos privados de alimento.
Resumo em outra língua: The angiotensinergic mechanisms are related to an important role in the regulation of the hydroelectrolyte balance as in the cardiovascular system. Several studies have been published, showing the interaction of the angiotensinergic peptides (angiotensin – ANG II and ANG 1-7) in the modulation of blood pressure, evidencing counter regulatory mechanisms between ANG II and ANG 1-7 in the cardiovascular system control. It’s already known that ANG II has an important role in the induction of hunger, interfering on the activity of some neurohormonal mechanisms involved on central hunger/satiation coordination. It’s not understood, however, if the ANG 1-7 could also have some function on this hunger control. Therefore, was investigated on this paper the central effects of ANG II and ANG 1-7 in the intake of food, induced by a 24 hours of deprivation, as well as an interaction of this angiotensinergic central mechanisms on the control of hunger. Five days after the surgeries in the lateral ventricle (LV), the animals have been submitted to a food deprivation but with water al libitum, for 24 hours. After this period, experimental protocols were stared: 15 minutes before the 24 hours time complete, there was an injection of 1 L inside LV of the agonists ANG II (100, 200 or 400 ng/L), ANG 1-7 ng/L (100, 200 or 400 ng/L), or antagonists: Losartan (100nmoL/L), PD123319 (30 nmol/L) and A779 (3 nmoL/L). Each protocol was divided in four groups, with an interval of 48 hours between them. Thus, three different protocols were performed (ANG II, ANG 1-7 and antagonist), each one with four groups. All experiments have been realized in the afternoon. ANOVA and Student Newman Keuls post-test were used to perform the analysis (p < 0,05), have been expressed as mean ± standard mean error. ANG II 400 ng/L injected in LV showed a decrease in food ingestion compared with control (ANG 400: 4,54 ± 0,77 vs control: 8,08 ± 0,66 g/120 min). Water intake was increased with ANG II in 200 and 400 ng/L concentrations, compared with control groups (ANG II 200: 14,44 ± 2,5; ANG II 400: 17,42 ± 3,49 vs. control: 7,12 ± 1,18 ml/120 min.). ANG 1-7 in 400 ng/L showed a reduction on food intake compared to control (ANG 1-7: 3,68 ± 0,49 vs control: 7,2 ± 0,66 g/120 min) and watrer (4,88 ± 1,09 vs. control: 11,0 ± 1,01 7 mL/120 min). Comparing treatments, ANG II 400 ng/L and ANG 1-7 400 ng/L in both there was less intake of food compared to control. Losartan showed a decrease in food intake compared to control (losartan: 6,0 ± 0,22 vs. control: 8,65 ± 0,82 g/120 min). Regarding water intake, Losartan and PD 123319, respectively, showed a reduction in the ingestion compared to control (losartan: 3,37 ± 1,56; PD 123319: 3,80 ± 1,90 vs. control: 9,67 ± 1,78 mL/120 min). As described above, the results suggests that Ang II and Ang 1-7 reduced food intake after 24 hours of meal deprivation in mices.
Descrição: Programa de Pós-Graduação em Saúde e Nutrição. Escola de Nutrição, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10130
Licença: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 15/08/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Aparece nas coleções:PPGSN - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_AngiotensinaIIAngiotensina1-7.pdf2,04 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciado sob uma Licença Creative Commons Creative Commons