Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10100
Título: A inibição do proteassomo como alvo para a sensibilização de T. cruzi via processos redox.
Autor(es): Coelho, Aline Meireles
Orientador(es): Garcia, Camila Carrião Machado
Palavras-chave: Reação de oxidação-redução
Trypanosoma cruzi
Data do documento: 2018
Membros da banca: Garcia, Camila Carrião Machado
Tahara, Erich Birelli
Afonso, Luís Carlos Crocco
Referência: COELHO, Aline Meireles. A inibição do proteassomo como alvo para a sensibilização de T. cruzi via processos redox. 2018. 68 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) – Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2018.
Resumo: O Trypanosoma cruzi é um protozoário flagelado unicelular, causador da doença de Chagas. Durante seu ciclo de vida, o parasito consegue evadir sistemas de defesas, como macrófagos, tolerando altas doses de espécies reativas. Alguns dos sistemas de defesa do parasito passam pela alta capacidade de tolerar danos no DNA, ativação de vias de reparo muito eficientes e detoxificação de proteínas oxidadas pelo complexo ubiquitina-proteassomo. Dados recentes têm demonstrado que o não funcionamento do proteassomo é altamente tóxico induzindo morte significativa dos parasitos. Atualmente, alguns trabalhos têm relacionado a participação do proteassomo em mecanismos de reparo de DNA, o que se torna um alvo biotecnológico muito interessante. Com isso, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da inibição do proteassomo como um potencial alvo biotecnológico em T. cruzi frente a induções de danos no DNA e recrutamento de vias de reparo de DNA. Para isso, realizamos testes de toxicidade da cepa CL Brener na forma epimastigota com o proteassomo inibido em conjunto com diferentes dosagens de peróxido de hidrogênio, com a finalidade de induzir processos redox, e com o crotonaldeído, um aldeído formado como subproduto de lipoperoxidação, que causa alquilação nas bases nitrogenadas da fita de DNA e aminoácidos. De acordo com os resultados, o efeito da inibição do proteassomo induz maior morte celular em parasitos tratados com peróxido de hidrogênio. O que provavelmente está relacionado diretamente com uma possível participação do proteassomo em mecanismos de reciclagem de proteínas não funcionais, principalmente oxidadas ou para a processividade da vias de reparo de DNA.
Resumo em outra língua: Trypanosoma cruzi is a unicellular flagellate protozoan, which causes Chagas' disease. During its life cycle, the parasite can evade defensive systems such as macrophages, tolerating high doses of reactive species. Some of the defense systems of the parasite go through its high ability to tolerate DNA damage, the activation of effective DNA repair pathways and detoxification of oxidized proteins by the ubiquitin-proteasome complex. Recent data have shown that the non-functioning proteasome is highly toxic, inducing cell death. Currently, some works have been related the participation of the proteasome in DNA repair mechanisms, which becomes a very interesting biotechnological target. Thus, the objective of this work was to evaluate the effect of proteasome inhibition as a potential biotechnological target in T. cruzi against DNA damage and recruitment of DNA repair pathways. We performed toxicity tests of the CL Brener strain in the epimastigote form with the inhibited proteasome together with different dosages of hydrogen peroxide in order to induce redox processes and with crotonaldehyde, an aldehyde formed as a by-product of lipoperoxidation, which causes alkylation in nitrogenous bases and amino acids. According to the results, the effect of proteasome inhibition induces greater cell death in parasites treated with hydrogen peroxide. This probably is directly related to a possible participation of the proteasome in nonfunctional protein recycling mechanisms, whether they are oxidized or to the processability of DNA repair pathways.
Descrição: Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia. Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas, Pró-Reitoria de Pesquisa de Pós Graduação, Universidade Federal de Ouro Preto.
URI: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/10100
Licença: Autorização concedida ao Repositório Institucional da UFOP pelo(a) autor(a) em 06/08/2018 com as seguintes condições: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho desde que sejam citados o autor e o licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação.
Aparece nas coleções:PPBIOTEC - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_InibiçãoProteassomoAlvo.pdf2,55 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciado sob uma Licença Creative Commons Creative Commons